Alex Oxlade-Chamberlain foi considerado uma joia inglesa desde que apareceu no Arsenal, mas lesões sequenciais meio que quebraram seu ritmo. Contratado por Jurgen Klopp na temporada 2016-17, ele provou seu valor desempenhando papéis importantes na campanha da Liga dos Campeões do Liverpool, mas acabou se machucando contra a Roma nas semifinais e ficou fora de campo por um ano.

Agora, o Ox está de volta à equipe do Liverpool, e ele aproveitou a oportunidade dada e liderou os Reds na vitória fora de casa por 4 x 1 sobre o Genk, na Bélgica, na quarta-feira, pelo Grupo E da Liga dos Campeões da UEFA.

Com a vitória por 4-1, o Liverpool mantém o 2º lugar no Grupo, com 6 pontos, com o Napoli em primeiro com 7 pontos depois de vencer o RB Salzburg fora. A equipe austríaca tem três pontos e Genk apenas um.

Na cidade belga, o Liverpool teve o retorno de Mohamed Salah, recuperado de uma lesão e o retorno de Oxlade-Chamberlain à equipe titular. Além disso, o técnico Jurgen Klopp fez alterações em quase todos os setores da equipe. Ele foi com Dejan Lovren no lugar de Joel Matip e James Milner por Trent Alexander-Arnold, assim como Naby Keita por Henderson.

Com a formação no meio-campo que os torcedores do Reds estão chamando de trio do KFC, Keita, Fabinho e Chamberlain, os Reds levaram apenas um minuto para abrir o placar. Ox pegou a bola no meio e tentou de longe. A bola teve um ligeiro desvio no meio, enganando o goleiro Gaetan Coucke. 0-1 Liverpool.

Que maneira de começar a partida. Que gol de Ox! Depois disso, Roberto Firmino orquestrou os Reds, com passes mágicos e dribles impressionantes. Em um desses passes, Sadio Mane quase marcou.

O ataque foi bom, mas lá no setor defensivo, o Liverpool estava lutando. O Genk empatou, mas seu gol foi anulado pelo VAR por impedimento.

Após o intervalo, os Reds voltaram mais confiantes e não deram chances aos anfitriões. Aos 12 minutos, Firmino estava na esquerda e passou para Ox, que magicamente atingiu outra beleza de longa distância. Desta vez, o inglês fez uma bola extremamente improvável, usando a parte externa do pé direito. A bola bateu na trave antes de entrar. Que gol. 0-2 Liverpool.

O terceiro gol chegou aos 31 do segundo tempo, em uma jogada que envolveu os três primeiros da frente. Firmino começou tudo acionando Salah, e o egípcio não foi egoísta e passou para Mane, que passou por cima do goleiro. 0-3.

O Liverpool fez quatro aos 41 do segundo tempo, como Mane dando assistência para Salah, fazendo o egípcio marcar o seu também. 0-4 Liverpool.

No entanto, o Genk não permitiu que Alisson Becker escapasse sem tomar gols, pois um minuto depois, eles marcaram o gol de consolação com Stephen Odey.

Um bom desempenho, mas não sólido para ser honesto. Há muito espaço para melhorias dos Reds, e eles devem mudar para a quinta marcha à medida que a temporada passa e as principais partidas estão chegando.

Tags :

    Popular

    LEAGUES

    Leave a comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.